segunda-feira, 18 de julho de 2016

Cobras e Lagartos

Gente que manifesta bastante carinho por mim em nossos encontros pessoais... Porém ao manifestar suas posições políticas, sempre canhotas, ou no mínimo de viés sinistro, por sinal, é de me xingar a valer... E depois ainda reclama da tucanada ser desonesta, da Globo ser desonesta, de Sérgio Moro...

“Peraí”: cadê coerência?

Se quem apoia posições conservadoras não estuda que tal ensinar a mim então História por exemplo? Pelo jeito talvez eu possa, quem sabe, saber mais até: não? E deixar gente supostamente sábia no chinelo...

Digo mais. Dilma precisa sair com urgência da presidência da República. Mais. O PT não pode mais existir por ser um partido não democrata: deveria ser portanto criminalizado. Mais! Bolsonaro tem todo direito de dar livre curso para maior parte de suas ideias: e provavelmente Jean Wyllis não. Mais?

Sou fascista?

Bem... Oh gente que me tem supostamente no coração mas canhotinha: Sérgio, bom de papo com seu jeitinho divertido mais seus ditos engraçados, é fascista? Responda com sinceridade na minha cara: sem correr pois tendo coragem esperará minha resposta.

Depois não entende quando lha mando tomar no cu.

Convivi com tal gente no meu curso superior. A reclamar de desonestidade mas, até dizer chega, desonesta na disputa por exemplo de meras bolsas estudantis! Ou sem medir esforços, a ponto de sacanear sua colegada, para se dar bem com o corpo docente.

Tal gente, quase toda de classe média, reclama, na base do grito, de sua classe!... Pode?

Falsidade tão grande só poderia sustentar tamanho governo corrupto. Corrupção institucional! Corrupção para ficar eternamente no poder! Para dar a regimes políticos que nem o da Venezuela suporte dos bons! Assim antidemocrática portanto! Que jamais ouvirá quem lha contradiga.

Ditatorial!

Conclusão: inimizades declaradas prefiro.