domingo, 28 de fevereiro de 2010

Solidão com Musas

Por Sérgio Gonçalves


Os meus versos a sós comigo
Foram deixados.
Não tem eles as palavras cabíveis
Aos sentimentos alheios.
Palavras incriadas em meu ser:
Duradouras até quando?


16.02.2010
Noite