quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Notas Esparsas 3 [Renúncia Papal Mais Afins]

Estamos em uma situação difícil: podemos negar? Uma renúncia papal não é costume. Difícil... Melhor: dificílima para quem é do catolicismo! Principalmente feita por Bento XVI. Lembremo-nos de quão ele foi defensor da Tradição Apostólica... Mas acatemos a decisão com esperança. Certamente que melhor escolha não poderia ter sido feita. Vamos rezar: o melhor que podemos fazer então.

#

Vejamos a mídia mas em seguida logo fechemos os olhos. Imprensa dificilmente sabe do que noticia: não vai ser agora tempo de mudança portanto. São ignorantes até dar dó quase todas as pessoas da classe jornalística. Bem... A cobertura da renúncia de Bento XVI é tão exemplar! Exigir mudanças na religião católica que cheguem a desfigurar os fundamentos de seu catolicismo? Poupem-me de tanta sordidez!

#

Não é tão simples... Está prevista: concordo. Contudo se formos observar as renúncias anteriores todas elas foram feitas em momentos delicadíssimos e desagradáveis até dizer: chega! Nada de prazer sádico pois Wojtyla quis exercer ainda por completo seu papado. Qualquer papa pode dizer que não vai viajar e mandar representante, por exemplo, sem precisar renunciar ao pastoreio. Tomara que Ratzinger saiba bem o que faz. Ele foi papa de transição por ser muito velho. Não era carismático mas está com acertos ao largo seu pontificado. Conhecido por ser intelectual compreendia com profundidade toda doutrina também assumindo sua defesa brilhantemente. Tenho minhas divergências com ele porém... Espero que não vire moda doravante renúncias!

#

Sobre Concílio Vaticano II. Fiquei com um interesse grande nele nos últimos dias por querer indulgência plenária. Bem... Ano da Fé! Mas estudando seus documentos cheguei na conclusão difícil de mudar: cagaram a valer nele!... Graças aos céus que tal parecer meu dificilmente será motivo de qualquer escândalo! Melhor: escândalo de verdade foi tal concílio.





13. 02. 2013 mais Hoje

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Notas Esparsas 2


Até que vez em quando sinto vontade de saber as reações humanas perante seres ditos inteligentes que não sejam da Terra. Caos e diversão talvez aí poderiam cônjuges me proporcionar uma felicidade passageira, mas singular, única pelos momentos loucos onde seres humanos estariam prestes a descobrir sua realidade fatídica de nada saber sobre qualquer cousa. Momentos que se descambassem em agressões a tudo considerado bem estabelecido... Nossas seguranças, antes agressoras, agredidas agora. Por um breve tempo, porém, infame felicidade frágil! Só com brevidade, pois eu também sou mais um ser humano, não qualquer divindade com apoteótico dilúvio.

...

As instituições sociais cada vez mais cumprem menos o seu papel. Tanto descumprem que vez por outra vamos opinar que sempre nenhuma cumpriu. Todavia seria pretensão cafajeste tomar opiniões por verdades. E talvez ingratamente não percebemos o quanto de bobagem levamos a sério na distorção da realidade por causa do momento que tudo que consagramos importante se descamba para nada.

...

Qualquer ansiosamente quer amor incondicional. Todavia duas pessoas quaisquer o tornam impraticável. Sem amor nada seríamos? Talvez ódio. Bem... Atenção: gente não falta mas boas escolhas sim. E também maleabilidade por parte de quem deseja. Não conto com quem espera pois nem consideração minha merece toda preguiça. No mais é bom parar de suspirar e... Maturidade.



13. 10. 2012