terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Notas Esparsas 2


Até que vez em quando sinto vontade de saber as reações humanas perante seres ditos inteligentes que não sejam da Terra. Caos e diversão talvez aí poderiam cônjuges me proporcionar uma felicidade passageira, mas singular, única pelos momentos loucos onde seres humanos estariam prestes a descobrir sua realidade fatídica de nada saber sobre qualquer cousa. Momentos que se descambassem em agressões a tudo considerado bem estabelecido... Nossas seguranças, antes agressoras, agredidas agora. Por um breve tempo, porém, infame felicidade frágil! Só com brevidade, pois eu também sou mais um ser humano, não qualquer divindade com apoteótico dilúvio.

...

As instituições sociais cada vez mais cumprem menos o seu papel. Tanto descumprem que vez por outra vamos opinar que sempre nenhuma cumpriu. Todavia seria pretensão cafajeste tomar opiniões por verdades. E talvez ingratamente não percebemos o quanto de bobagem levamos a sério na distorção da realidade por causa do momento que tudo que consagramos importante se descamba para nada.

...

Qualquer ansiosamente quer amor incondicional. Todavia duas pessoas quaisquer o tornam impraticável. Sem amor nada seríamos? Talvez ódio. Bem... Atenção: gente não falta mas boas escolhas sim. E também maleabilidade por parte de quem deseja. Não conto com quem espera pois nem consideração minha merece toda preguiça. No mais é bom parar de suspirar e... Maturidade.



13. 10. 2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário