quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Homenagem a Michel Teló

Por Moura Gonçalves


Com alguém no caminho de casa troquei dois dedos de prosa. Parte de nossa conversa vem a seguir transcrita.

_ Sobre conteúdo não recomendável nas músicas: Chiquinha Gonzaga, Raul Seixas e mais pessoas outras tantas de mesma laia se renderam a "musiquinhas sapecas" em seu repertório... Por qual razão então não pode também se render a tais Michel Teló?

Responderam-me.

_ Não pode pois antes de sua "musiquinha sapeca" Michel Teló tinha toda chance de ser poeta!

_ Como soubeste disso?

_ Todas as pessoas, em uníssono, de convívio com Seu Teló lhe diziam: "És um poeta quando te calas"!

_ Ah! Que se pode fazer? Ele desistiu de sua vocação pois toda genialidade possível dificilmente vem a ser reconhecida durante sua vida.



Nenhum comentário:

Postar um comentário