quarta-feira, 13 de março de 2013

Francisco

Com apreensão soube do nome novo papal: Francisco. Nada contra quem era companheiro de Clara! Mas o pobrezinho tão mal compreendido vai pelas cabeças mundanas hodiernas!... Até que, para minha felicidade, soube ser conservador quem carrega tal nomeada. Bem... Ufa!

Não se pode porém vitória cantar antes do tempo. Temos que ver o pontificado. Mas o nome já me soa bem agora! Francisco foi restaurador. Não revolucionário. Restaurar é para manter a casa de pé: não derrubar e fazer outra. Lembremo-nos de Joaquim de Flora. Que não é Francisco d’Assis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário